segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Viver o SOBRENATURAL de Deus



I Samuel 1

O propósito de Deus é um mistério. Seu mover não depende de nós. Quando o tempo KAIRÓS de Deus está diante do tempo CRONOS do homem tudo o milagre acontece.

Ana – a 2ª mulher de Elcana, o qual a amava demais. Quando sacrificava em Siló, dava a melhor parte do sacrifício em favor de Ana (v.5). Mas Ana não podia ter filhos. E sofria por causa das provocações de Penina ( que já lhe  havia dado filhas e filhos – obrigação de multiplicar que as mulheres tinham na época, era um status social relevante). Era costume cultural israelita ter duas mulheres. Tal relacionamento, por mais que seja cultural, sempre leva a problemas. Aparentemente, Elcana não percebia que escolhendo mais a Ana que Penina gerava entre elas um impacto negativo. Penina por mais filhos que tivesse, tinha ciúmes de Ana. Sempre que ANA subia à casa do SENHOR, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia (v.7).
“Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?”(v.8)
Ana reagia com muito sofrimento aquilo tudo. Ana buscava o favor do Senhor. Ela buscava algo que nem Elcana, nem homem algum lhe dariam. Ela estava querendo o sobrenatural de Deus. Melhor que dez filhos? Não. Ana desejava mais.
Quantas vezes você também já não buscou algo mais excelente do que já possui? Quantas vezes você já não clamou a Deus dizendo que já tinha alguma coisa, mas queria mais? Sonhar é do ser humano. Quem não tem sonhos está morto.

Para recebermos o sobrenatural de Deus precisamos ter:

1.    Dependência Total de Deus

Romanos 9:16 “Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece”.

A vida familiar de Ana não era um exemplo, estava desestruturada. Mas Ana se achegou a Deus. Embora ela tivesse levado em consideração os acontecimentos de sua vida para ordenar seus sentimentos e seu senso de valor. Ela confiou inteiramente  sua vida e sua vontade a Deus no tempo de sua necessidade.A esterilidade de Ana é atribuída diretamente à ação divina. As vezes não entendemos o mover de Deus e perguntamos: porque? Ao invés de pra que? Devemos confiar a nossa vida a Deus antes que a nossa situação se torne insuportável. Por isso temos que estar aos pés do Pai das luzes antes que nos venha a tribulação. Tem gente que aguarda a luta para se chegar ao Pai. Erro. Na bonança é que temos que estar juntinho Dele. Buscando Sua face continuamente. “Orai sem cessar” (I Tessalonicenses 5:17). Deus é o único, e não há outro que sacia e preenche nossa necessidade! “Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente”(v.10). Nenhuma quantidade de conforto de Elcana podia aliviar seu sofrimento: ela queria uma criança. Em desespero, na peregrinação anual ao Tabernáculo, Ana, em silênciao, derramou sua tristeza perante Deus. É aqui que você pode obter hoje a sua benção. É na casa do Senhor que o milagre acontece. Quando Deus quer abençoar não tem dia nem tem hora. Ele  é o Todo Poderoso! Exalte o nome de Jesus agora, meu irmão. Ele é o Deus conosco, é o que quer te dar vitória, hoje!!!!!

2.    Obediência Total A Deus

 Depois de reconhecer sua fraqueza e sua necessidade de total dependência de Deus.  Ana voltou com alegria no coração, na certeza que Deus atendeu seu pedido. O Senhor então respondeu à oração de Ana. Deu-lhe Samuel. Mas havia um voto, uma promessa feita. Dedicaria a vida de Samuel a Deus, levando-o ao templo e o deixando lá.Ela teria que ser obediente. “é melhor obedecer do que sacrificar” (15.22)
Tiago 5:12 “Mas, sobretudo, meus irmãos, não JUREIS, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação”.
Hebreus 11:8 “Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia”.

Cumprir nossos votos a Deus faz com que mantenhamos um relacionamento próximo com Ele permitindo a Ele derramar sobre nós Suas bençãos. Ana demonstrou sua dedicação ao Senhor ao entregar seu único filho. Você como sacerdote do lar, deve estar certo que seus filhos são do Senhor. Tem uma palavra que diz: “criamos nossos filhos para o mundo”, mas o fiel diz: “meu filho, minha filha é do Senhor, totalmente dedicado a Ele.” Tem pais entregando seus filhos ao mundo e depois recebe as consequências.

3.    Fé Total A Deus

A oração de Ana foi mal interpretada e entendida pelo sacerdote Eli. Ela não estava embriagada (v.14).   Foi criticada. Infelizmente, as pessoas não nos entendem, quando no sofrimento, nos interpretam mal e reagem insensivelmente ao que estamos experimentando e até nos desanimam.  Deus sempre nos apoia mesmo que as pessoas ao nosso redor nos desanimem. Ela estava dando um passo de fé, um passo vital em direção á recuperação por admitir sua incapacidade e em confiar sua infertilidade a Deus. Ela perseverou em seu propósito. Foi íntegra. Entregou Samuel pela fé. O último juiz de Israel iria viver com Eli, o sacerdote, por toda a sua vida. Todos nós devemos admitir que, sem a intervenção de Deus, nós seremos impotentes para superar qualquer problema ou pendências que possamos ter.  Aprender entregar TUDO A Deus é algo que precisamos aprender. Ana perseverou apesar das críticas.Havia um querer de Deus sobre todas as circunstancias que Ana estava sofrendo.  Ele queria fazer o sobrenatural. E quando Deus se move nada impedirá.
“ Por este menino orava eu; e o SENHOR atendeu à minha petição, que eu lhe tinha feito. Por isso também ao SENHOR eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao SENHOR foi pedido”(v.28). Cumprir seu voto faz com que seu relacionamento com Deus se fortaleça a ponto de Ele derramar bençãos tais que nem imaginaríamos. Deus deu a ela depois filhos e filhas ( Temos um Deus de milagres. Se esperarmos e confiarmos nós venceremos em o nome de Jesus.  E Ana pode cantar! LEIA O CAPITULO 2:

1 O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. 
2 Não há santo como o SENHOR; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus. 
3 Não multipliqueis palavras de altivez, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o SENHOR é o Deus de conhecimento, e por ele são as obras pesadas na balança. 
4 O arco dos fortes foi quebrado, e os que tropeçavam foram cingidos de força. 
5 Os fartos se alugaram por pão, e cessaram os famintos; até a estéril deu à luz sete filhos, e a que tinha muitos filhos enfraqueceu. 
6 O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela. 
7 O SENHOR empobrece e enriquece; abaixa e também exalta. 
8 Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar o trono de glória; porque do SENHOR são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo. 
9 Os pés dos seus santos guardará, porém os ímpios ficarão mudos nas trevas; porque o homem não prevalecerá pela força. 
10 Os que contendem com o SENHOR serão quebrantados, desde os céus trovejará sobre eles; o SENHOR julgará as extremidades da terra; e dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido. 



Esse cântico exalta o cuidado providencial de Deus. É um cântico de fé. Todos nós devemos confiar em Jesus quanto ao Seu plano em nossa vida. Tudo quanto Ele permitir que ocorra em nossa vida, devemos por diante Dele em oração, tendo plena confiança de que nada poderá nos separar de Seus amor, e que no fim, Ele fará resultar em bem tudo quanto ocorrer conosco. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
 Romanos 8:
29 Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
30 E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
31 Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
32 Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
34 Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
35 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
37 Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
39 Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Viver o sobrenatural de Deus é respirar Deus, é andar com Ele, é pertencer somente para Ele, é esquecer a glória pessoal e dar somente a Ele toda a glória.
 Olhe pelos olhos da fé, o que está além daquilo que você vê. 
Você tem um trabalho de Deus a desempenhar, não tenha medo das circunstancias, das limitações. Nada pode parar você. 
As portas do inferno não prevalecerão contra Sua igreja. Você passará por todas as barreiras pra viver o  sobrenatural de Deus. Sua fé determina e respalda sua conquista no sobrenatural. Você é mais que campeão. O que ele prometeu ainda está de pé! A benção do Senhor te alcançará porque Ele é fiel a Si mesmo pra cumprir.





Ministração da Palavra - Miss. Glaucia.


domingo, 24 de julho de 2011

PROMESSAS







Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões,
Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos.
As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição;
E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões.
Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados
( Dos quais o mundo não era digno ), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra.
E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa,
Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados.
Hebreus 11.36-40



O que significa promessa?


Comprometimento.


Cristãos que se baseiam em "positivismo" e em "auto-ajuda" e não na fé em Cristo, baseando sue relacionamento com Deus em poucos versículos, em caixinhas-de-promessa, só chegam a um caminho: FRUSTRAÇÃO.


Prometer - ato de quem se compromete a fazer, pagar ou dar alguma coisa.


Numa loja , se não fizermos crédito, somos forçados a fazer, porque não temos credibilidade na praça. E começamos o ano fazendo-as:


• Vou pagar todas as dívidas


• Vou emagrecer


• Vou casar


• Viajar para Londres


• Por o filho em um Colégio melhor


• Estudar mais pra os próximos concursos etc.


Já cumpriu alguma nesse semestre?


JÁ FEZ SUA PRÓRIA RETROSPECTIVA DE 2010?


O que deu certo e/ ou errado?

QUANTAS DESISTÊNCIAS HOUVE?

Quantas adversidades e frutrações?


QUANTAS COISAS VOCE TEVE DE ABRIR MÃOS PRA ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS?


Quantos limites superados?


Quantas noites mal dormidas, agonias, angústias, depressões, desapontamentos?


Quantas alegrias, festas, risos, gargalhadas?

EM TUDO ISSO VOCÊ NÃO ESTAVA SOZINHO.


Havia o dono da promessa com você.


Aprendemos muita coisa com 2010. Houve muitas vitórias e derrotas.


Cada instante é uma benção de Deus. A vida é uma dádiva. O Deus do impossível anda conosco.



Uma promessa nos leva ao fato de revelar o carater de quem a faz.


AGrande Promessa do AT era a vinda do Messias. Em Jesus temos o amor de Deus para o mundo, o realacionamento Deus-Homem, o propósito para a Criação, A VIDA ETERNA (Jo.3.16).

 
Quem é esse Deus que nos faz promessas?


No Seu Poder e na Sua Imutabilidade estão a Sua credibilidade para conosco.





Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria? (Nm 23.19);

Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento;

Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta(I Tm 6.17.18).



As promessas de Deus são consoantes ao que Ele é: infalível, fiel, superior a todos e tudo, justo, etc (Js 23.14;II Tm 2.13;Rm 4.16.22; Gl 3.18).



Para quem são essas promessas?

• Para os que se relacionam com Ele

• Para quem se compromete com Ele

• Para quem tem intimidade com Ele

• Para quem confia Nele.

Adão tinha um diálogo aberto com Deus, face a face antes da queda. Abãão foi denominado o amigo de Deus. Davi considerado homem segundo o coração de Deus. Mas foi só por meio do PORTADOR DAS PROMESSAS, Jesus Cristo, que estas passaram a todos os homens, formando a IGREJA.



Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque.( Gl. 4.28)




Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio.(Ef.2.11-14)





Pertencem a esse relacionamento os que temem e os que creem (Sl.119.38; Gl 3.22).






O propósito de Deus é esse, o Seu brilho nos olhos é esse, o seu desejo para nós é esse. Nada que se possa comparar na terra se iguala a isso. A VIDA ETERNA nos foi prometida.


Resta-nos viver em graça pela glória que virá enquanto esse grande dia não chega (Mt. 61.33;Fl 4.19). Ele está conosco todos os dias. Temos aflições e angústias, mas Ele é o Deus Conosco. Temos o Espírito Santo, a presença de Deus em nós. Ele é o provedor, o que vê tudo, o que ouve todos, o que toca e fala.


As promessas só nos chegam quando nos relacionamos com Ele na Palavra, na oração, no jejum, nos atos de bondade ao próximo. Somos os herdeiros da vida eterna. Há uma aliança que não pode ser quebrada ( I Tess 4.16-17). Ele nos dará todas as coisas (Rm 8.32).


Deus nunca se atrasa. Persista e consiga as promessas de Deus para sua vida. Ele é o Deus que reage as suas ações. Lembre-se que alguns não alcançaram a promessa e foram aperfeiçoados, mas outros foram vencedores.











quarta-feira, 20 de julho de 2011

MINISTÉRIO DE MULHERES



Ao PRESIDENTE LOCAL compete:

Presidir as reuniões ordinárias e extraordinárias, com exceção da reunião de eleição da Diretoria.

Ser uma testemunha fiel ao Senhor, buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

Orar constantemente por si próprio, jejuando sempre. Consagrando-se ao Senhor.

Estar presente em todas as programações, tanto da Igreja quanto às marcadas na plenária.

Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor das MULHERES

Amar cada Mulher com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão. Orando por cada um deles.

Buscar constantemente, orientação na Palavra de Deus, aplicando-a no seu dia-a-dia.

Saber auto-analisar-se.

Verificar o estado dos livros de atas do Departamento Local mantendo-os assinados.


Apresentar ao Pastor ou Presbítero responsável pela Igreja, juntamente com a Diretoria Local, os planos de trabalho dos HOMENS, para que este encaminhe ao Ministério Local para aprovação.


Esforçar-se no sentido de preparar cada MULHER para estar capacitado a exercer função de Presidente por ocasião de eleições futuras.


Andar de mãos dadas com cada membro da Diretoria.


Cuidar da cozinha da Igreja, planejar sua organização quanto a mantimentos, panelas, copos, pratos talheres, panos de limpeza e de chão, produtos de limpeza etc.


Cuidar de hospedagem para palestrantes e, se caso, a igreja tiver um lugar para isso, mantê-lo sempre limpo e em ordem.

Ter em dia um Calendário que vise o bem da Igreja auxiliando o Superintendente da E.B.D. para dias especiais como Dia das Mães, Pais, Crianças, Pastor etc.

Realizar reuniões mensais com a Diretoria e com a plenária.

Preparar com a Diretoria e plenária todas as programações.

Ornamentar sempre a Igreja com o auxílio do zelador.

Auxiliar a noiva em seu dia no que ela estiver precisando quanto a ornamentação, preparações, etc.

Promover orações semanais, sociais, palestras, especiais a fim de unir mais cada Mulher a fazer cumprir estes planos:

1. ORAÇÃO SEMANAL: pode ver se há possibilidade pra isso em um dia da semana e/ou ao monte uma vez por mês, na casa de um sócio, fazer consagrações pela manhã


2. SOCIAIS: fazer um chá para mulheres, almoços no mês da família, visitas na casa de um sócio, planejar festas de aniversários das MULHERES, visitas ao Horto com pique-nique, culto de bebês, chás de panela, tarde com mães, dia da fralda, um dia com Deus, acampamentos, etc,


3. PALESTRAS: consagração, evangelismo, o papel da mulher na sociedade, planejamento familiar, curso para noivos, ir a outras cidades com a diretoria a fim de aprendizado


4. ESPECIAIS: viagens, cultos de sábados na igreja, ter um informativo sobre as atividades ou uma revista feminina,  festas em outras igrejas, evangelismos, , ar livres, visitas a hospitais, creches e asilos, cursos de artesanatos, corte-costuras, maquiagem, crochê e tricô, bolos e salgados, etc.


Estar ciente do Calendário Anual do Departamento Geral de Mulheres


Buscar o amadurecimento pessoal e das Mulheres

 Não deixar o vice-presidente sem atividade.



Compete ao Vice-Presidente:

Substituir o Presidente em seus impedimentos ou vagas.

Colaborar com o Presidente naquilo que for solicitado.

domingo, 17 de julho de 2011

DAS ATRIBUIÇÕES DO DEPARTAMENTO


Depois de pertencer a uma diretoria de jovens e adolescentes por mais de 23 anos juntamente com meus irmãos CLAUDIO E FLAVIO, vimos a necessidade de criar atribuições para a diretoria. Fomos participantes nesta como PRESIDENTE, TESOUREIRO, SECRETÁRIO E DIRETOR. Espero que seja útil. VOCÊ pode variar para cada DEPARTAMENTO:





Ao DIRETOR ou CONSELHEIRO LOCAL compete:

 Ser amigo(a) e compreensivo(a). Amar verdadeiramente cada Adolescente / Jovem.

 Estar bastante informado(a) sobre os fatos que rodeiam ou possam rodear um Adolescente / Jovem.

 Ter a Palavra de Deus fundamentada e aplicada no seu dia-a-dia. Lembre-se que você é o espelho do Adolescente / Jovem.

 Ser assíduo em todas as atividades da Igreja. Sabendo renunciar, entretanto, qualquer programação em favor dos Adolescentes / Jovens.

 Dar assistência espiritual a cada Adolescente / Jovem, aconselhando-o, orientando-o e estimulando-o a estar e permanecer firme no propósito de servir a Deus. Visitar seus lares, sempre que possível, e não vê-lo somente na Igreja. Orar continuamente por cada um deles. Leva-los a aceitar Jesus Cristo como Salvador e Senhor. Estimula-los a buscar ao Senhor, a receber o Batismo com o Espírito Santo e dons espirituais.

 Estar presente em todas as reuniões (Ordinárias e Extraordinárias) e programações marcadas pela Diretoria Local, com a intenção de aconselhar e orientar sempre que lhe for dada a oportunidade. Nunca se imponha, seja humilde.

 Auxiliar os membros da Diretoria Local em suas atribuições acompanhando-os, fazendo-os amadurecer, ensinando-os na liderança, fazendo-os liderar.

 Acompanhar o desenvolvimento de cada Adolescente / Jovem, conhecendo suas limitações, tentando sempre auxilia-los com palavras, testemunho, oração e jejum; propondo medidas conciliatórias e corretivas buscando o amadurecimento do Adolescente / Jovem, visando a glória de Deus. Incentive-o em suas atividades na Igreja, dando-lhe oportunidade de crescer.

 Estar atento(a) ao Calendário Anual do Departamento Geral de Jovens.

 Passar ao Departamento Geral de Jovens qualquer programação Local e qualquer problema que possa surgir.

 Incentivar confraternização com outros Departamentos Locais.

 Assinar junto com o Presidente Local, ofícios, convites e outros documentos que se fizerem necessários.

 Andar de mãos dadas com o(a) Vice-Diretor(a) ou Conselheiro(a) e com cada membro da Diretoria.

 Saber auto-analisar-se.

 Nunca passar à frente do Presidente. Saber de sua posição. Sem se impor.

 Não deixar a Vice-Diretoria sem atividade



Ao PRESIDENTE LOCAL compete:

 Presidir as reuniões ordinárias e extraordinárias, com exceção da reunião de eleição da Diretoria.

 Ser uma testemunha fiel ao Senhor, buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

 Orar constantemente por si próprio, jejuando sempre. Consagrando-se ao Senhor.

 Estar presente em todas as programações, tanto da Igreja quanto às marcadas na plenária.

 Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor dos Adolescentes / Jovens.

 Amar cada Adolescente / Jovem com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão. Orando por cada um deles.

 Buscar constantemente, orientação na Palavra de Deus, aplicando-a no seu dia-a-dia.

 Saber auto-analisar-se.

 Verificar o estado dos livros de atas do Departamento Local mantendo-os assinados.

 Apresentar ao Pastor ou Presbítero responsável pela Igreja, juntamente com a Diretoria Local, os planos de trabalho dos Adolescentes / Jovens, para que este encaminhem ao Ministério Local para aprovação.

 Esforçar-se no sentido de preparar cada adolescente / jovem para estar capacitado a exercer função de Presidente por ocasião de eleições futuras.

 Andar de mãos dadas com cada membro da Diretoria.

 Realizar reuniões mensais com a Diretoria e com a plenária.

 Preparar com a Diretoria e plenária todas as programações.

 Promover orações semanais, sociais, visitas, passeios, churrascos, palestras, especiais a fim de unir mais cada adolescente / jovem a fazer cumprir estes planos.

 Estar ciente do Calendário Anual do Departamento Geral de Jovens.

 Buscar o amadurecimento pessoal e dos próprios adolescentes / jovens.

 Não deixar o vice-presidente sem atividade.



Compete ao Vice-Presidente:

 Substituir o Presidente em seus impedimentos ou vagas.

 Colaborar com o Presidente naquilo que for solicitado.





Ao TESOUREIRO LOCAL compete:

 Ser fiel ao Senhor, consagrando-se, buscando viver em constante obediência ao Senhor, orando e jejuando. Buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

 Amar cada adolescente / jovem com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão.

 Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor dos adolescentes / jovens.

 Saber auto-analisar-se.

 Prestar relatório financeiro verbal às reuniões ordinárias dos adolescentes / jovens e quando for solicitado nas extraordinárias.

 Enviar Mensalidade Bimestral, por cada Departamento (a ser entregue em toda PROGRAMAÇÃO do Campo) e oferta do Culto do Dia Nacional dos Jovens Congregacionais (1º Domingo de Dezembro) ao Tesoureiro do Departamento Geral de Jovens.

 Cobrar e receber mensalidade dos sócios, mantendo controle desse movimento.

 Criar maneiras, planos, idéias para o desenvolvimento financeiro do Departamento Local.

 Não deixar o Vice-Tesoureiro sem atividade.



Ao Vice-Tesoureiro compete:

 Substituir o Tesoureiro em seu impedimento ou vaga.

 Colaborar com o Tesoureiro naquilo que for solicitado.







Ao SECRETÁRIO LOCAL compete:

 Ser amigo do Presidente como de toda a Diretoria.

 Saber ouvir sempre.

 Fazer o livro de rol e o cadastramento de sócios e mantê-los atualizados.

 Lavrar todas as Atas das reuniões e manter o Livro atualizado.

 Fazer correspondências dos adolescentes / jovens e arquivar a correspondência recebida e cópias da correspondência expedida.

 Manter um arquivo de todas as cartas de programações.

 Remeter ao Secretário do Departamento Geral de Jovens os nomes, cargos, endereços e telefones dos integrantes da nova Diretoria, logo após a transmissão dos cargos.

 Ter letra bonita e legível.

 Saber datilografar ou digitar.

 Obedecer as ordens do Presidente.

 Lembrar ao Presidente assuntos tratados em reuniões da Diretoria, sem nunca passar à frente de sua autoridade.

 Permanecer em silêncio durante toda a plenária. Falar somente quando for solicitado.

 Buscar viver na presença constante do Senhor, consagrando-se em oração e jejum.

 Amar com amor fraternal cada adolescente / jovem.

 Buscar amadurecimento pessoal.

 Estar sempre informado de tudo o que ocorre nas programações do Departamento Geral de Jovens e nos Departamentos Locais.

 Ser responsável na organização das programações do Departamento Local tais como: aniversário de organização, cultos, aniversariantes etc.

 Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor dos adolescentes / jovens.

 Não deixar o Vice-Secretário sem atividade.





Ao Vice-Secretário compete:

 Substituir o Secretário em seu impedimento ou vaga.

 Colaborar com o Secretário naquilo que for solicitado.





Ao COORDENADOR compete:

 Coordenar, orientar, fiscalizar e determinar a execução dos planos estabelecidos junto com a Diretoria.

 Convocar e presidir assembléia ou reuniões da Diretoria quando se fizer necessário.

 Representar o Departamento junto aos demais órgãos administrativos do Campo, Conselho de Pastores e Ministério Geral.

 Assinar junto com o Presidente, ofícios, convites e outros documentos que se fizerem necessários.



Ao Vice-Coordenador compete:

 Substituir o Secretário em seu impedimento ou vaga.

 Colaborar com o Secretário naquilo que for solicitado.

 SEGUE ALGUMA FOTOS ANTIGAS DESSES TEMPOS:


Em Campos
Como vice do Claudio
Com o 1° filho da Miss. Marcia Chaves
Como secretária, eu to de vermelho
Na cozinha

Como secretária do Eliezer
No Manoel Marinho
Jogral
Com os adolescentes
Flavio liderando as brincadeiras e como tesoureiro e secretário

Em Arrozal
De joelhos orando
Quarteto AGNUS

Na COZINHA

MINISTÉRIO DE COREOGRAFIA

Ao PRESIDENTE LOCAL compete:


Presidir as reuniões ordinárias e extraordinárias, com exceção da reunião de eleição da Diretoria.

Ser uma testemunha fiel ao Senhor, buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

Orar constantemente por si próprio, jejuando sempre. Consagrando-se ao Senhor.

Estar presente em todas as programações, tanto da Igreja quanto às marcadas na plenária.


Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor do Ministério.


Amar cada dançarino com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão. Orando por cada um deles. Evitar brigas e dissensões. E não ser o provocador das mesmas, promovendo sempre a união.

Buscar constantemente, orientação na Palavra de Deus, aplicando-a no seu dia-a-dia.

Saber auto-analisar-se.

Apresentar ao Pastor ou Presbítero responsável pela Igreja, juntamente com a Diretoria Local, os planos de trabalho do Ministério de Coreografia, para que este encaminhem ao Ministério Local para aprovação.

Esforçar-se no sentido de preparar cada jovem para estar capacitado a exercer função de Presidente por ocasião de eleições futuras. Ninguém é insubstituível.

Andar de mãos dadas com cada membro do Ministério, visitando, telefonando, mandando SMS.

Realizar reuniões mensais com a Diretoria e com a plenária.

Preparar com a Diretoria e plenária todas as programações.

Promover orações semanais, sociais, palestras, especiais a fim de unir mais cada jovem a fazer cumprir estes planos:

1. ORAÇÃO SEMANAL: pode ver se há possibilidade pra isso em um dia da semana e/ou ao monte uma vez por mês

2. SOCIAIS: assistir filmes específicos de dança e coreografia com pipoca e coca-cola, visitar os jovens que participam da dança em seus aniversários, promover festas

3. PALESTRAS: dança, coreografia, consagração, ir a outras cidades com todos a fim de aprendizado

4. ESPECIAIS: viagens, sábados na igreja, cultos semanais, festas em outras igrejas, evangelismos nos sinais com danças e cartazes convites ou em programações locais

Estar ciente do Calendário Anual do Departamento Geral de Jovens.

Buscar o amadurecimento pessoal e dos próprios dançarinos.

Não deixar o vice-presidente sem atividade.



Segue abaixo 10 Lições de como ter uma coreografia limpa (mundodadança1.blogspot.com):


01 - Aprendizado

Devemos estar atento ao aprendizado dos movimentos a serem assimilados durante a montagem de uma coreografia, porque esta é a parte que considero mais importante, tanto para o aluno ( dançarino ) como também para o coreógrafo. Sim, o coreógrafo é quem vai criar e desenvolver a dança, e deve-se ter um cuidado para não perder a sequência dos movimentos, elaborando assim com clareza a mensagem que pretente passar.



02 - Continuidade

A composição deve ter uma continuidade, um formato pré definido de maneira uniforme dentro do pensamento que esta sendo elaborado para a coreografia. Tem que ter sentido, ou seja, começo meio e fim. Não digo que isso tem de ser aplicado aos movimentos, que podem ser disformes dentro de uma sequência lógica. Mas sim que tenha um contexto, um seguimento de idéias retilíneo.



03 - Sincronismo

A sincronia do movimento é de extrema importância, principalmente quando dançamos em grupos. Muitas vezes a coreografia pode não ser tão complexa nem de difícil execução, mas é dotada de uma beleza impar. Só pelo motivo de estar bem sincronizada com todos os participantes do espetáculo.



04 - Intensidade

Devemos prestar atenção também na intensidade do movimento, que muitas vezes é executado de forma correta mas com uma intensidade fora do contexto, o que acaba causando uma falta de sincronismo.



05 - Sentimento

Temos que ter bem claro qual o sentimento que o movimento representa em determinada parte da coreografia, para que possamos representá-lo da maneira correta. Isso é importante para darmos vida ao movimento, que muitas vezes fica bem elaborado na forma técnica, mas sem vida e graça.



06 - Leveza

Da mesma forma que devemos prestar atenção na intensidade, a leveza é de fundamental importância. Alguns dançarinos tem extrema facilidade de dar intensidade ao movimento, mas não conseguem dar leveza. São duas extremidades que o dançarino tem que aprender a dominar.






07 - Consciência Corporal

Ter uma consciência corporal não é algo fácil de aprender, isso leva algum tempo. Temos que conhecer nosso corpo de maneira que sem olhar sabemos exatamente qual movimento nosso corpo está realizando. Isso desde a ponta do pé até mesmo as articulações. Muitas vezes executamos o movimento sem se preocupar com aquele joelho solto ou as costas arcadas de maneira incorreta.



08 - Paciência

Como sabemos paciência é uma virtude e não um dom. O dom nós nascemos com ele já a virtude temos que buscar durante nossa vida. Então tenha paciência para aprender, e mais paciência para treinar e repetir diversas vezes o movimento. Buscando uma melhora a cada vez que executá-lo, colocando uma carga de aprendizado adequado.



09 - Respeito

Respeite os limites de seu corpo, muitas vezes exageramos na execução do movimento querendo dar uma ênfase desproporcional, ai colocamos tudo a perder. Dentro de um grupo existe potenciais diferentes, o coreógrafo deve conseguir enxergar isto. Usando da melhor maneira cada talento individual do grupo para que todos se destaquem de maneira positiva, acrescentando de maneira coletiva.



10 - Espírito de grupo.

Existe dançarinos(as) que por causa do seu talento esquecem que estão dançando em grupo e as vezes exageram, querendo aparecer mais que os outros. Muitas vezes acaba prejudicando o grupo e até ele mesmo. Porque o grupo tenta agir em conjunto e esse dançarino(a) talentoso acaba ficando fora do contexto geral. Isso muitas vezes para quem assiste parece um erro grotesco. Então o talentoso acaba fazendo papel de errado.

MINISTÉRIO DE HOMENS

Ao PRESIDENTE LOCAL compete:

Presidir as reuniões ordinárias e extraordinárias, com exceção da reunião de eleição da Diretoria.

Ser uma testemunha fiel ao Senhor, buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

Orar constantemente por si próprio, jejuando sempre. Consagrando-se ao Senhor.

Estar presente em todas as programações, tanto da Igreja quanto às marcadas na plenária.

Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor dos HOMENS

Amar cada HOMEM com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão. Orando por cada um deles.

Buscar constantemente, orientação na Palavra de Deus, aplicando-a no seu dia-a-dia.

Saber auto-analisar-se.

Verificar o estado dos livros de atas do Departamento Local mantendo-os assinados.

Apresentar ao Pastor ou Presbítero responsável pela Igreja, juntamente com a Diretoria Local, os planos de trabalho dos HOMENS, para que este encaminhe ao Ministério Local para aprovação.

Esforçar-se no sentido de preparar cada HOMEM para estar capacitado a exercer função de Presidente por ocasião de eleições futuras.

Andar de mãos dadas com cada membro da Diretoria.

Realizar reuniões mensais com a Diretoria e com a plenária.

Preparar com a Diretoria e plenária todas as programações.

Promover orações semanais, sociais, palestras, especiais a fim de unir mais cada HOMEM a fazer cumprir estes planos:

1. ORAÇÃO SEMANAL pode ver se há possibilidade pra isso em um dia da semana e/ou ao monte uma vez por mês, na casa de um sócio

2. SOCIAIS: fazer um churrasco, comer pizza, visitas na casa de um sócio, assistir filmes religiosos sobre planejamento familiar e negócios financeiros, planejar festas de aniversários dos HOMENS,

3. PALESTRAS: consagração, evangelismo, sacerdócio no lar, preparação de líderes para pastorado, missiologia, diaconia e negócios financeiros, ir a outras cidades com a diretoria a fim de aprendizado

4. ESPECIAIS: viagens, cultos de sábados na igreja, festas em outras igrejas, evangelismos, campanhas financeiras com o objetivo de melhorias na igreja, ar livres, passeios ciclísticos evangelizadores, distribuição de folhetos na porta da igreja e nos sinais para carros, promover uma biblioteca na igreja,vigílias, visitas a hospitais, creches, asilos, presídios,clínicas de recuperação

Estar ciente do Calendário Anual do Departamento Geral de HOMENS

Buscar o amadurecimento pessoal e dos HOMENS

Não deixar o vice-presidente sem atividade.



Compete ao Vice-Presidente:

 Substituir o Presidente em seus impedimentos ou vagas.

 Colaborar com o Presidente naquilo que for solicitado.

MINISTÉRIO DE JOVENS E/OU ADOLESCENTES


Ao PRESIDENTE LOCAL compete:


Presidir as reuniões ordinárias e extraordinárias, com exceção da reunião de eleição da Diretoria.

 Ser uma testemunha fiel ao Senhor, buscando a Glória de Deus em sua própria vida e viver diário.

Orar constantemente por si próprio, jejuando sempre. Consagrando-se ao Senhor.

Estar presente em todas as programações, tanto da Igreja quanto às marcadas na plenária.

 Saber renunciar qualquer programação pessoal em favor dos Jovens.

Amar cada Jovem com amor fraternal, buscando sua amizade e compreensão. Orando por cada um deles.

 Buscar constantemente, orientação na Palavra de Deus, aplicando-a no seu dia-a-dia.

Saber auto-analisar-se.

 Verificar o estado dos livros de atas do Departamento Local mantendo-os assinados.

 Apresentar ao Pastor ou Presbítero responsável pela Igreja, juntamente com a Diretoria Local, os planos de trabalho dos Jovens, para que este encaminhem ao Ministério Local para aprovação.

 Esforçar-se no sentido de preparar cada jovem para estar capacitado a exercer função de Presidente por ocasião de eleições futuras.

 Andar de mãos dadas com cada membro da Diretoria.

 Realizar reuniões mensais com a Diretoria e com a plenária.

 Preparar com a Diretoria e plenária todas as programações.

Promover orações semanais, sociais, palestras, especiais a fim de unir mais cada jovem a fazer cumprir estes planos:

1. ORAÇÃO SEMANAL: pode ver se há possibilidade pra isso em um dia da semana e/ou ao monte uma vez por mes

2. SOCIAIS: ir ao cinema, fazer um churrasco, comer pizza, ir ao horto, visitar velhinhos e órfãos, passeios em parques, brincadeiras na igreja ou na casa de um sócio, assistir filmes religiosos com pipoca e coca-cola, planejar festas de aniversários dos jovens, fazer madrugadas com Deus (cantar de madrugada nas casas dos membros e orar)

3. PALESTRAS: namoro, consagração, evangelismo, em outras cidades com a diretoria a fim de aprendizado

4. ESPECIAIS: viagens, sábados na igreja, festas em outras igrejas,passeios ciclísticos, marchas para Jesus, madrugadas com Deus, consagra-jovem, acampa-dentro

 Estar ciente do Calendário Anual do Departamento Geral de Jovens.

 Buscar o amadurecimento pessoal e dos próprios jovens.

 Não deixar o vice-presidente sem atividade.




Compete ao Vice-Presidente:

 Substituir o Presidente em seus impedimentos ou vagas.

 Colaborar com o Presidente naquilo que for solicitado.



Espero que isso possa ajudá-lo em alguma coisa. Se precisar de mais detalhes,comente.

MINISTÉRIOS


Por isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos;


Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.


Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto.


Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.


Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.


Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.


Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.


Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.


Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;


Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;


E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.


E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos.


Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco.


Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus.


Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.


Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;


Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

I CORÍNTIOS 4

Desde pequena no Evangelho tenho sido preparada pra liderar. Já liderei crianças, adolescentes e jovens. Atualmente tenho, juntamente com meu pastor, liderado uma Igreja. A necessidade de ver cada Deparatamento ou Ministério sem ideias sobre o que fazer me impulsionou a dar algumas dicas sobre o que é exercer  lideranças. A parir deste contexto estarei assim fazendo. Por isso é necessário, caro leitor , acompanhar os próximos blogs. Retirei da NET as palavras abaixo: a definição entre MINISTÉRIO, VOCAÇÃO, DOM E TALENTO.


Primeiro Ministério, e algumas de suas definições.

1º) Cargo ou ofício de Ministro (Conselheiro; auxiliar; empregado)

2º) Desempenho de um serviço

3º) Exercício de um serviço religioso especial, como o dos levitas, sacerdotes, profetas e apóstolos



Segundo Vocação, e algumas de suas definições:

1º) Substantivo feminino; tendência

2º) Disposição; tendência predominante numa pessoa; atitude característica

3º) Inclinação; modo de pensar em relação a algo



Terceiro Dom, e algumas de suas definições:

1º) Capacidade que o Espírito Santo concede aos servos de Deus para uso em favor dos outros

2º) Presente

3º) Oferta



E por último, Talento e algumas de suas definições:

1º) Uma habilidade especial de fazer algo

2º) Habilidade do inventar;

3º) Criar no pensamento; ser o primeiro a ter a ideia de;



Pois bem, sabendo isso, podemos agora analisar as diferenças existentes entre si.
No contexto bíblico, entende-se que Deus escolhe o homem para determinados fins.

Ele, através de sua onisciência e onipotência, criou o homem com uma característica inigualável no aspecto da sua individualidade.

Assim, quando imaginamos que para execução de um determinado serviço é necessário a utilização de vários instrumentos, podemos deduzir que para cada tipo de obra, Deus se utiliza dessa individualidade do homem.



Então, pode-se concluir que todos nós nascemos com um TALENTO e através desse talento, descobrimos a nossa VOCAÇÃO. Quando essa vocação é voltada para a obra de Deus, recebemos o DOM de Deus que nos capacita para exercermos o MINISTÉRIO ao qual Deus tem nos chamado.

NOS PRÓXIMOS BLOGS VOCÊ SERÁ INTEREIRADO DO QUE FAZER EM CADA DEPARTAMENTO OU MINISTÉRIO.
ESPERO QUE SEJA ÚTIL.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

AZEITE PURO

“Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente”. Ex.27.20






NO COMANDO



Quando Deus chamou Moisés estava diante de um líder diligente, inteligente e capaz. Moisés sabia como chegar ao povo. Um bom líder tem cheiro de ovelha. Ás vezes com um simples abraço ao redor do ombro muda questões difíceis. O líder inteligente sabe quando pode deixar frouxo o freio da autoridade a fim de ensinar os seus subordinados, porem não deve desistir do controle total até que Deus o oriente a que faça assim.



A ARVORE



Uma das árvores mais impressionantes da terra é a oliveira. A maioria de nós não está familiarizada com as oliveiras porque elas não crescem onde moramos. Entretanto, na terra da Bíblia, foi e ainda é a árvore mais importante de todas as árvores por ser uma fonte de alimento, luz, higiene e cura. O azeite de oliva era tão abundante em Israel que era um dos produtos regularmente exportados. Salomão enviou ao rei de Tiro 4.391.064 litros de azeite de oliva: "e Salomão dava a Hirão vinte mil coros de trigo, para sustento da sua casa, e vinte mil coros de azeite batido. Isso fazia de ano em ano." I Rs. 5:11. Mil anos depois, nos tempos de "Yeshua" (Jesus), o azeite de oliva é mencionado como o único produto de exportação da região de Jerusalém. O Monte das Oliveiras, localizado logo a leste da Cidade Velha de Jerusalém, testemunha a presença da Oliveira ao redor da cidade. Também foi no Jardim do Getsêmani (Gat Shemen, em hebraico - literalmente, o lugar da prensa de azeite) onde "Yehsua" passou muito do seu tempo em Jerusalém com seus discípulos: "Jesus saiu e, como de costume, foi para o Monte das Oliveiras, e os seus discípulos o seguiram." Lc. 22:39.

Um ensinamento:

O uso mais forte da imagem da oliveira na Bíblia está em Romanos 11, onde Paulo explica a relação entre Israel (o povo judeu e a antiga e contínua aliança de Deus) e a Igreja. Na verdade, os capítulos de 9-11 do livro de Romanos, inteiros, são focalizados neste assunto e culminam com a imagem da oliveira. Paulo nos diz que a oliveira representa Israel na mais pura expressão de fidelidade e perseverança - ambas relacionadas ao compromisso de Deus com as Suas alianças e as Suas promessas feitas ao Seu povo, e o compromisso e alianças do povo para com Ele. Aqueles que se desviaram desta relação foram cortados. Os cristãos são apenas os ramos bravos enxertados no meio dos ramos naturais "...feito participante da raiz e da seiva da oliveira,...", que Deus estabeleceu (Rm. 11:17).

Há apenas uma árvore, não duas, e nós, "ramos bravos," temos o privilégio de beber, depois de salvos, da árvore plantada e estabelecida.



AZEITE PURO DE OLIVEIRA BATIDO



O líquido gorduroso com que os hebreus estavam mais familiarizados era o obtido de azeitonas. As azeitonas pretas, bem maduras, forneciam o máximo de azeite, embora as ainda verdes produzissem o azeite de melhor qualidade. Depois de os frutos serem cuidadosamente apanhados das árvores, os raminhos eram separados e as folhas das azeitonas eram levadas para o lagar – espécie de tanque no qual se espremem certos tipos de frutos para transformar em líquido. A polpa da azeitona madura é constituída de azeite, que varia em qualidade, conforme o método de processamento da polpa. Primeiro, as azeitonas eram colocadas num pilão e trituradas até ficarem bem amassadas, ou, às vezes, eram pisadas. Em seguida, os frutos amassados eram transferidos para cestas coadoras, nas quais “sangrava” óleo até que se soltasse o azeite “virgem”. O azeite puro, batido, era estocado em jarros de barro e a polpa era levada para o lagar. O azeite de oliva, que é um alimento de alto teor energético e uma das gorduras mais digeríveis, era um dos principais itens de alimentação dos israelitas. Em muitos casos, ocupava o lugar da manteiga à mesa e também tinha fins culinários.

O óleo que sai na primeira vez depois de batido o azeite é o mais puro, o mais valoroso.

CANDEEIRO

Um candeeiro é um utensílio que se usa para iluminar continuamente. Pode ser elétrico, a gás ou petróleo para gerar energia luminosa. Assume várias formas, como suspenso ou com pés de apoio, utilizados em mesas, vias públicas, jardins e residências.

O Tabernáculo era o Templo móvel de Israel na peregrinação à Terra Prometida. Entre os muitos utensílios havia o candelabro de ouro puro.

A ordem divina era que suas sete hastes estivessem continuamente acesas. Para isso os sacerdotes teriam de colocar azeite puro de oliveira continuamente. ( Ex. 27.20 )

Devemos lembrar que à noite não havia postes de luzes como temos hoje. Esta ordem indica que Deus é Deus de luz (I Jo 1.5). Sob o manto da escuridão é difícil julgar a realidade e se torna mais fácil ocultar a verdade. Deus não é Deus e escuridão. Ele quer que seu povo seja transparente, tenha integridade. Há um claro contraste entre a luz da vida cristã e a escuridão de uma vida sob o controle do pecado. Se vivermos em pecado enquanto afirmamos se cristão estamos mentindo e nunca passaremos com sucesso pelo processo de recuperação. O Espírito Santo se entristece quando querendo fazer Sua vontade é barrado por você, que não abre seu coração para Ele: “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção”. Efésios 4:30

Reconheça que você falhou e peça perdão.É fundamental fazer tanto uma auto-avaliação precisa e honesta quanto um inventário pessoal de nosso estado espiritual. Escolher viver na luz reconhecendo continuamente os nossos defeitos a medida que a luz vai revelando, produz uma consciência limpa e nosso relacionamento satisfatório. Divisão na IGREJA é pecado. Desordem na IGREJA é pecado. Indisciplina na IGREJA é pecado. Desobediência na IGREJA é pecado.

FAZENDO ARDER

Sob a Nova Aliança cada nascido de Deus é um Templo ambulante do Espírito Santo rumo aos céus. Você é o templo do Espírito Santo! “Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo”. IICo 6.16


Esse novo templo, a exemplo do Tabernáculo, também precisa do óleo para manter-se acesso. Sua luz não pode se apagar nunca porque ela representa a presença de Deus. Estamos completando 100 anos desde que o batismo no Espírito Santo foi realizado na Rua Azuza. Mas como está esse arder? Aonde você anda está o Espírito de Deus! “Ardendo em fogo a minha alma está”.

Hoje ninguém quer pagar o preço. Os sacerdotes se dividiam em turnos para não deixar o Templo no escuro. O azeite não podia acabar. Era sacrifício constante. O preço pertence só aos líderes da IGREJA? Óbvio que o fogo tem que começar no altar, mas não pertence somente ao altar, senão voltaríamos ao tempo do Antigo Testamento. O véu foi rasgado, temos pleno acesso ao Pai. Mas o que você tem feito? Apagado o Espirito! Se fizer um balanço do porque tantos crentes apagados, vai se constatar a falta de luz. É a ausência do Espírito. Sem combustível não há fogo. Sem fogo não há luz e, conseqüentemente, trevas… E há falta de luz porque há falta do azeite puro. Até quando isso vai acontecer na IGREJA?

Há uma necessidade do uso da fé e da eliminação da incredulidade. As chamas do candelabro hoje são a fé viva e ativa. Fé racional, inteligente e sobrenatural que exige o sacrifício da própria vontade. Qual é a vontade de Deus pra você hoje? “ Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.Rm.12.1,2

A melhor maneira de entender a vontade de Deus é estar familiarizado com a Bíblia, e de se comunicar diretamente com Deus através da oração. “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”. Jo 15.5


Deus quer agir hoje! O Espírito Santo é o poder no NT! A experiência presente e constante dele é um “penhor” do corpo glorificado que receberemos um dia. “Porque também nós, os que estamos neste Tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida. Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito”. II Co 5.4-5

Há uma dinamite em voce que precisa ser explodida: o dynamis Espirito Santo!

O Espírito Santo chora com gemidos inexprimíveis pela IGREJA, POR VOCÊ. Até quando você vai entristecer-lo? Apagá-lo? Ele é uma pessoa da Trindade. Quer agir em você. Quer usá-lo com poder e audácia. Quer fazer a IGREJA se mover e reagir. Conta com você.







domingo, 16 de janeiro de 2011

Casa na areia


“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda”. Mt 7.24-26



“Quem casa quer casa”. Esta é uma frase que sempre ouvimos. Ai surge as perguntas: Aonde construir? Quando? Como? Que arquiteto? Que desenhista? Procurar a prefeitura? Qual órgão? Como será seu interior? Os móveis? Utensílios? Quem casa se vê nesses cuidados.

Estamos diante de uma catástrofe, um caos em nossa Região. A chuva provoca o maior desastre natural da história do Brasil, que acompanha a lista dos dez piores do mundo em cem anos aproximadamente. O total de vitimas ultrapassa o número de mortos em 2010 inteiro. O fenômeno se deve ao efeito atmosférico que denominamos de La Nina provocando temporais devido a um reflexo do resfriamento das águas do Oceano Pacífico.

Estamos diante de famílias preocupadas com outras, de famílias desesperançadas, desesperadas por não saberem notícias de sua parentela. Falta água, luz, comunicação.

Lembramos que pagamos o IPTU todo início de ano. Recordamos que votamos em vereadores e em prefeito para cuidar de nossa cidade. Mas eles se ocupam de seus próprios umbigos e se esquecem de lutar pelo povo. Não informam à população que aquele lugar não se pode construir nada, nem escolas. Mas deixam o povo construir suas casas de areia...

Quando se constrói casas se concebe sonhos. Uma casa sempre é feita de amor e entrega. Nela se forma o lar.

Mas se edificamos em areia? Há um fim já esperado! A destruição.

Alguém poderia chegar e proibir. Leríamos a placa: “Não construa nesse local” ou “Lugar de risco”. O que temos visto são casas com sinais de “X” pois serão derrubadas ou então com marcas de “0” porque ainda estão firmes. Lamentável.


Construir vidas em alicerces de incertezas, de dúvidas, de conveniências, de prazeres momentâneos, de comodismos, de tradições. Vidas efêmeras, vazias, que vivem por viver, incrédulas de tudo e de todos. Vidas na areia. A opinião e o conselho são de somenos. E surgem as desculpas: “Todo mundo faz isso”; “Meu pai já fazia assim”; “Deixa a vida me levar, vida leva eu”...

Coração duro. Mesmo repreendido, mas duro: “O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz será quebrantado derrepente sem que haja cura” (Pv. 29.1). Derrepente tudo acontece. A casa cai. A vida desmorona. Você perde tudo. “Onde está a sua casa?” “Debaixo daquele monturo, perdi, sumiu”.

Em Hebreus 3.8-19 lemos: “Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram me provaram, e viram por quarenta anos as minhas obras. Por isso me indignei contra esta geração, e disse: Estes sempre erram em seu coração, e não conheceram os meus caminhos. Assim jurei na minha ira que não entrarão no meu repouso. Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim. Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação. Porque, havendo-a alguns ouvido, o provocaram; mas não todos os que saíram do Egito por meio de Moisés. Mas com quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura com os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes? E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade.”



Aprendamos com esse povo!

Quando Jesus contou a parábola dos dois alicerces, Ele demonstrou duas verdades: OUVIR E PRATICAR A PALAVRA.

E contou sobre dois tipos de pessoas: as que ouvem e praticam e as que fazem o contrário. As que não ouvem e não praticam estão construindo sua casa sobre a areia, e o contrário constroem sobre a rocha.

Que tipo de alicerce é estruturado sua vida? Areia ou rocha?

Cumprir a vontade de Deus é uma condição prévia essencial para a entrada no reino dos céus. Mas a decisão é sua em escolher. O reino de Deus é alcançado por força (Mt. 11.12). Quem se esforça alcança a benção, apodera-se do reino de Deus. Resolve romper com as práticas pecaminosas e imorais do mundo e seguem a Cristo, a Sua Palavra e seus justos caminhos. É rocha. São firmes. Não importam com o preço a pagar. Combatem o combate da fé. Resistem a Satanás, ao pecado e a sociedade perversa em que vivem. Oram sem cessar. Jejuam. Têm fome espiritual.

Jesus chama de insensato, tolo, insano, louco, aquele que tem sua vida na areia, no “deixa pra lá”, no “outro dia eu vejo isso”, no “sou novo ainda, tenho muito tempo”. O pior é que vem a chuva, as correntes de rios os ventos fortes e é “grande a sua queda”.

Jesus chama de prudente, precavido, sábio, providente quem edifica sua vida sobre a rocha. A chuva, os rios e ventos vêm de igual modo, mas ele está firme, forte. “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo eu venci o mundo”. Casa edificada na rocha não cai! Não cai! Não cai! Barranco de um lado, pedras grandes de outro, mas a casa está ali firme, linda! Mil a sua direita e dez mil a tua direita e você ali, firme, sem ser atingido! Quem pratica a Palavra é assim. Viver na rocha é renunciar ao mundo. É viver olhando para o Mestre. É agradar a Deus e não aos homens.

É ouvir as pessoas dizerem: “Que crente é esse?”; “Que alegria em meio a tanta tristeza?”; “Que consolo em meio à dor?”.

É na Palavra que devemos viver. É ela que nos levanta a cabeça e nos põe em pé.


Em Tiago 1.22-25 lemos:

E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural;


Porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era.


Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.”

Quer ser feliz? Seja rocha. Cumpra a Palavra de Deus em sua vida. Viva pela Palavra. Se envolva com a Palavra. Faça dela seu viver. “Feliz é o que ouve a Minha Palavra e as cumpre” (Lc. 11.28). A Palavra de Deus nunca passará (Mc. 13.31). Se firme Nela. Assim será abençoada sua casa, sua família, sua cidade, seu país

PROMESSAS PARA MIM




“E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas, os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos.


As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; e outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões.


Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados ( dos quais o mundo não era digno ), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados.” Hb 11.32.40







Quando iniciamos o ano fazemos muitas promessas:

• Vou emagrecer

• Vou pagar todas as minha dívidas

• Vou casar

• Vou passar de série, repetir nunca mais

• Vou ter uma casa nova

• Colocarei minha filha no melhor colégio....



Você fez sua própria retrospectiva de 2010? O que fez de certo ou errado? O que prometeu e não cumpriu? O que prometeu e fez? Quantas desistências houve? Quantas frustrações? Quantas coisas você teve que abrir a mão para alcançar os objetivos? Quantas coisas que você não conseguiu mudar? Quantas mudanças houve? Quantos temores? Quantos limites superados? Quantas triteza, desapontamentos, angústias, agonias? Quantas alegrias, festas, gargalhadas?

Em tudo isso você não estava sozinho. Tinha o dono da promessa com você. Aprendemos com nossos erros e nossas vitórias em 2010. Vivemos alo novo todos os dias. Ele estava conosco! A vida é uma dádiva mesmo. Cada instante é uma benção de Deus. O Deus das possibilidades anda conosco!



Qual é a grande promessa de Deus para mim? O que significa promessa? COMPROMETIMENTO.

Cristãos que se baseiam em “positivismo”, em “auto-ajuda” e não na fé em Cristo; baseando seu relacionamento com Deus em versículos esporádicos, em caixinhas, em “pílulas versiculares”(existe essa palavra?) em vez da Palavra, do Livro todo, do seu conteúdo e contexto tem um final: a frustração.

O grau de expectativa num relacionamento pode até terminar casamentos, pois se começa com promessas: “na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe”... E a prova vem quando essas coisas acontecem.

Prometer: “ato de quem se compromete a fazer, pagar ou dar alguma coisa, obrigar-se a alguma coisa”. Quando queremos comprar alguma coisa numa loja fazemos créditos. O vendedor fuça toda a nossa vida com informações várias para ver nossa credibilidade na praça. É normal isso: buscar a credibilidade. Uma promessa nos leva ao fato de revelar o caráter de quem a faz. Será que essa pessoa é merecedora de crédito?

Quem é esse Deus que faz promessas? No Seu poder e na Sua imutabilidade estão a sua credibilidade para conosco (Nm 23.19; I Tm 2.13;Hb 6.17). As Sua promessas são consoantes ao que Ele é: infalível (Js 23.14); fiel (II Tm 2.13); superior a tudo e todos (Rm 4.20-21); bom ( Gl 3.18); justo (Rm 4.16-22);etc.

Para quem são essas promessas?

• Para quem se relaciona com Ele

• Para quem se compromete com Ele

• Para quem tem intimidade com Ele

• Para quem confia Nele.

Adão tinha diálogo com Deus, face a face antes da queda.Depois veio Abraão, o amigo de Deus; Davi, o homem segundo o coração de Deus; os profetas, etc. Mas foi só por meio de Jesus, o portador das promessas, que estas passaram para todos os homens, formando a Igreja (Gl 4.28; Ef 2.11-13). Pertencem a esse relacionamento os que O temem(Sl 119.38) e aos que crêem( Gl 3.22).


A grande promessa do AT era a vinda do Messias. Os judeus ainda aguardam. Em Jesus temos o amor de Deus para o mundo, o relacionamento Deus-homem, o propósito da criação, a vida eterna (Jo 3.16). Ele é a promessa de Deus para o mundo.

Ao lermos o texto de Hebreus acima citado, grafamos que alguns receberam e outros não receberam a promessa. Mas somos a geração os recebedores da promessa sabia? Quando você levanta suas mãos e aceita Jesus já está na promessa. A cada dia as promessas de Deus se realizam em nossa vida e O louvamos por isso. Nem contamos quantas bênçãos recebemos. Mas a promessa segue firme. O propósito de Deus, o brilho de Seus olhos, o Seu desejo para conosco é essa promessa: A VIDA ETERNA (I Jo 2.25)!!! Esse é Seu segredo revelado: a vida eterna. Vivemos a vida eterna na terra e a desfrutaremos muito mais no céu. E enquanto esse dia não chega vivemos em graça e em glória (Mt 6.33; Fl 4.19). Vivemos em graça pela glória que nos há revelado. Temos aflições, mas Ele é Deus conosco, vive em nós , é provedor,vê, ouve, sente nossas dores, geme por nós, nos toca, fala conosco, Sua presença é ativa.

Somos herdeiros da vida eterna. Há uma aliança que não pode ser quebrada (I Tess 4.16-17). Ele nos dará todas as coisas (Rm. 8.32, segundo o poder em que nós opera (oração, leitura da Palavra, jejum, boas ações para com o próximo).

Deus nunca se atrasa. É zeloso para cumprir o que promete.

Persista e consiga as promessas Dele para a sua vida.